top of page
academy-f4s.png
Macro - MOOC.png

Early bird

até 7 de junho

Introdução ao papel dos solos no contexto agrícola

O quê é e para quem?

Este curso tem como objetivo lançar as bases para a compreensão do que é o solo, quais os seus constituintes, as suas funcionalidades, e os serviços que presta aos vários agentes, nomeadamente aos produtores agrícolas. Focando em profundidade o microbioma do solo, neste curso desenvolverá uma compreensão mais alargada da influência dos microrganismos no solo. O curso demonstra práticas visuais de análise do solo e também fornece uma revisão histórica da Política Agrícola Comum, enquadrando as novas políticas europeias relativas à conservação e preservação do solo. Este MOOC é composto por seis módulos.

1. A importância e o papel dos solos

2. A componente abiótica do solo

3. A componente biótica do solo

4. Microbioma e saúde do solo

5. Avaliação visual do solo

6. A política agrícola comum e o solo

Esta formação, leccionada em português, destina-se a produtores agrícolas, estudantes e outros interessados em agronomia, biologia e estudos agro-alimentares ao nível da licenciatura.

O quê e para quem?

Como?

Todos os módulos têm sessões assíncronas e são enriquecidos com entrevistas, questionários e actividades para reforçar a aprendizagem e fornecer recursos educativos adicionais.

O curso decorrerá de 15 de junho a 15 de agosto.

As inscrições devem ser efetuadas antes de 14 de junho, através deste link.

image.png

Duração do curso

50h

image.png

Aulas online

6 h

Conteúdo do módulo

1. Duas aulas assíncronas sobre o tema dos módulos 
2. À conversa com... - uma visão geral de um especialista sobre a importância do módulo
3.  Recordar - uma breve descrição dos principais conceitos abordados
4. Explorar - material adicional para aprofundar os conhecimentos sobre o tema
5.  A mensagem-chave é... a conclusão mais relevante 
6. Aplique os seus conhecimentos - exercícios para testar os resultados da aprendizagem e facilitar o progresso dos alunos

image.png

Investimento

image.png

Certificado de conclusão

40 €

Aproveite o early bird até 7 de junho a 30 euros.

Como?
Registe-se
Oradores

Oradores

1. A importância e o papel dos solos

Daniela Fonseca é doutorada com experiência em bioquímica e química, ingredientes bioactivos e alimentos funcionais, bem como biopolímeros e biomateriais. A sua motivação reside no entusiasmo pela transformação de produtos de baixo valor em aplicações de valor acrescentado para fins alimentares e de saúde.

José Luís Pereira desenvolve a sua atividade nas áreas das ciências agrárias, com ênfase na agricultura, florestas e pescas, ciência animal e lacticínios. Atualmente é Professor Coordenador com Agregação no Instituto Politécnico de Viseu.

Prof José Luís Pereira.jpeg

2. A componente abiótica do solo

Margarida Palma B&W.jpg

Margarida Palma é doutorada em microbiologia pela Universidade Nova de Lisboa e tem mais de 12 anos de experiência em genómica funcional, biologia molecular e celular. Tem formação em agricultura sustentável, produção biológica e integrada, gestão de empresas agrícolas e apicultura.

João Ferreira é atualmente o Gestor de Bioprocessos no Departamento de Investigação, Desenvolvimento e Inovação da Mendes Gonçalves. Com um percurso versátil no meio académico e industrial, é um profissional experiente que contribui significativamente para a gestão de bioprocessos e para o desenvolvimento de produtos inovadores.

João Ferreira.jpg

3. Componente biótica do solo

Catarina Conrado.jpg

Catarina Conrado, licenciada em engenharia do ambiente e mestre em engenharia agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, tem experiência em descontaminação de solos e águas subterrâneas, consultoria ambiental e formação em agricultura regenerativa e de conservação.

Nuno Oliveira é biólogo com especialização em ecologia e geografia. Atualmente é CEO da NBI - Natural Business Intelligence, desenvolvendo projectos estratégicos e inovadores para uma Economia Baseada na Natureza. Tem um vasto conhecimento e prática nos domínios da biodiversidade, serviços dos ecossistemas, bioeconomia, capital natural, adaptação climática, agroecologia e florestas.

Nuno Oliveira.jpg

4. Microbioma e saúde do solo

Diogo Pinho.jpg

Diogo Pinho tem mais de 10 anos de experiência na indústria e na investigação sobre o microbioma das plantas e dos solos. Para ele, a agricultura regenerativa e o maneio animal planeado são práticas agrícolas que permitem produzir alimentos ricos em nutrientes, regenerando a saúde e a fertilidade do solo.

José Rodrigues é consultor agrícola da Planície Verde. A Planície Verde é uma empresa de renome internacional, especializada na produção de alfaces, melões e melancias, em parcelas nas regiões do Alentejo, Algarve e Ribatejo, numa área de 500 ha.

José Rodrigues.png

5. Avaliação visual do solo

Iris Mota

Iris Mota é uma bióloga especializada em Química Vegetal, Agronomia e Conservação de Plantas. A Iris tem viajado e visitado várias explorações agrícolas em Espanha e Portugal, apoiando-as na transição para a agricultura regenerativa. Desde o seu mestrado, onde escreveu uma tese sobre a influência dos fungos micorrízicos nos metabolitos secundários das plantas, sempre se interessou pela saúde e microbiologia do solo.

José Amorim é técnico de agricultura biológica em produção vegetal e animal, reconhecido pelo Ministério da Agricultura, e especializado em agricultura biodinâmica. Foi diretor executivo da Agrobio - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica.

José Amorim.jpg

6. A política agrícola comum e o solo

Joana Grácio.jpg

Joana Grácio, mestre em engenharia agronómica e licenciada em engenharia zootécnica pela Universidade de Évora, é pós-graduada em gestão de empresas e tem cerca de 18 anos de experiência no sector alimentar, em coordenação, gestão operacional e comercial, bem como em consultoria.

Miguel Viegas trabalhou como veterinário no setor agrícola português. É professor na Universidade de Aveiro, primeiro como professor auxiliar e depois como professor assistente. Foi deputado ao Parlamento Europeu entre 2014 e 2019, integrando a Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários e a Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural.

Miguel Viegas.jpg
Isabel Dinis.png

Isabel Dinis trabalha atualmente na Escola Superior Agrária de Coimbra, Instituto Politécnico de Coimbra. Os seus projectos actuais centram-se principalmente nas cadeias curtas de abastecimento e na divulgação da agricultura biológica.

Todas as inscrições devem ser efetuadas até 14 de junho, através deste link.

 

O curso decorrerá de 15 de junho a 15 de agosto. No dia 15 de junho, abriremos o curso aos participantes inscritos. 

 

Aproveite o early bird até 31 de maio a 30€!

bottom of page